Ar condicionado automotivo não gela só ventila: principais motivos

ar condicionado automotivo nao gela so ventila

Aquele dia muito quente, e você precisa sair no seu carro, com toda certeza a primeira coisa que pode vim a sua cabeça é: vou ligar o ar condicionado.

No entanto, começa a circular com o carro, mas, você começa a notar que ar condicionado do veículo não gela, e fica apenas ventilando o ambiente.

Dessa forma, você pode ficar realmente furioso, uma vez que de baixo de um sol escaldante, a principal coisa que deseja, será que aquele ambiente fique fresco e agradável.

Porém, não se preocupe, pois, mesmo que não seja algo normal, isso acontece com alguns motoristas, e pode ocorrer por diversos motivos diferentes.

Você sabe quais motivos são esses, que podem estar fazendo o ar condicionado automotivo não está gelando?

Afinal, para resolver o problema, é preciso saber de onde ele pode estar sendo originado.

Portanto, para te ajudar nesse primeiro momento, separamos as causas mais comuns para o problema.

Confira a baixo:

5 motivos pelos quais o ar-condicionado do carro não gela

Diferente do que muitas pessoas pensam, se o ar condicionado não está gelando, nem sempre pode ser um sinal de que está faltando gás.

Até porque, é muito comum que o ar condicionado automotivo tenha gás, mas não gela.

Dessa forma, para você ficar por dentro, e até mesmo evitar esse tipo de problema, confira algumas das causas principais que podem levar a isso acontecer:

Veículo muito quente devido estar estacionado no sol

Você sabia que estacionar o carro embaixo do sol por um tempo muito grande, está dentre as principais causas que fazem o ar condicionado não gelar?

Até porque, muitos motoristas tem ainda o costume de assim que entrar no carro e dar a partida, já ligar o sistema, as vezes até no mais forte.

Saiba que nessas situações, a temperatura pode demorar muito a diminuir.

Como a temperatura do conjunto do painel está bem quente, as peças plásticas do sistema não conseguem fazer a troca de calor.

Logo, ocorre o que chamamos de “choque de temperatura”, onde a climatização pode demorar muito a chegar na temperatura desejada.

Sem contar que ao ligar no máximo, o ar condicionado do carro pode perder a sua eficiência.

Ou seja, se você deixou o seu carro no sol por muito tempo, mesmo que o sistema de climatização seja muito potente, pode acontecer do carro demorar um tempo para resfriar.

O ideal é abrir as janelas, rodar um pouco para que o ar quente possa sair, e os plásticos possam resfriar um pouco, para assim ligar o ar condicionado.

Ou, se possível, ligar o ar condicionado pelo menos 2 minutos antes de sair, para ao entrar no carro, o ambiente já está fresco.

E claro, sempre ligar progressivamente, para garantir a eficiência do sistema.

Filtro de ar entupido

Caso você não saiba, o carro possui um filtro, que bloqueia a entrada de impurezas vindas do ar, para o interior do veículo.

Nesse sentido, quando o filtro de ar está entupido ou sujo, o sistema para de funcionar com a eficiência esperada.

Assim, o ar-condicionado do carro não gela, prejudicando o conforto térmico dentro do interior do veículo.

Portanto, é fundamental fazer uma limpeza periódica nos filtros para impedir que tal situação aconteça.

Mal cheiros no sistema, também pode ser um breve indicativo de que está na hora de higienizar ou trocar o filtro.

Sistema de gás está com vazamento

Outra coisa que pode estar acontecendo quando o ar condicionado automotivo não gela só ventila, são vazamentos no gás refrigerante.

Dessa forma, as vezes esse ar pode estar escapando, onde o sistema não consegue fazer o resfriamento, apenas ventilando.

Contudo, precisamos lembrar a você que esse sistema é hermético, ou seja, se acabou o gás é porque há algum vazamento.

Caso você desconfie que o problema pode ser isso, basta levar o carro a um mecânico de sua confiança, que vai fazer a recarga do gás, e também aplicar um fluido que apontará o local do vazamento.

Assim, com precisão, o mecânico vai realizar o reparo, e assim o sistema voltará a esfriar normalmente.

Compressor não lubrificado

Você sabia que para o sistema de ar condicionado automotivo funcionar bem, ele precisa estar com uma boa lubrificação?

Nesse sentido, caso essa lubrificação pare de acontecer por algum motivo, o compressor se desgasta rapidamente e pode travar.

Logo, como uma consequência, o ar-condicionado do carro não gela ou não terá o desempenho esperado.

Por fim, para evitar esse tipo de coisa, se faz essencial sempre a cada manutenção periódica, realizar a troca do liquido lubrificante.

Lembrando que em alguns casos, isso só consegue ser feito em oficinas especializadas.

Falhas na parte elétrica

Poucas pessoas sabem, mas, uma sobrecarga do sistema pode ser um dos motivos pelos quais o sistema do ar-condicionado do carro em pleno funcionamento.

Além disso, hoje as falhas elétricas são os principais causadores de sobrecargas nos sistemas dos veículos, e que acometem diversos problemas, como a falha do sistema de ventilação.

Logo, o ar pode estar resfriando, mas não dentro da cabine do veículo, e sim fora, devido a problemas nos ventiladores.

Então, se você descartou todas as possibilidades que foram citadas anteriormente, e desconfia que seja parte elétrica, se faz essencial uma revisão com um eletricista automotivo.

Até porque, falhas no sistema elétrico podem prejudicar outros componentes do veículo, caso não resolvidos.

Dicas que lhe ajudarão a evitar problemas no ar condicionado

Sabemos o quanto é ruim quando o ar condicionado do carro não está gelando, principalmente, quando você está naquele sol escaldante.

Nesse sentido, citamos anteriormente alguns dos principais motivos que podem levar a esse problema no sistema.

No entanto, existem algumas coisas que você pode fazer, que ajudarão a conservar, e assim evitar que o ar condicionado do carro, acabe lhe deixando na mão nesses momentos.

Confira:

  • Faça uma limpeza nos filtros do ar-condicionado a cada 10 mil quilômetros rodados;
  • Nunca ligue o ar-condicionado após deixar o carro debaixo do sol por muito tempo;
  • Ligue o ar-condicionado diariamente, por pelo menos 5 minutos, para garantir a lubrificação do compressor;
  • Faça uma manutenção preventiva no veículo a cada 6 meses.

Como escolher uma boa oficina mecânica?

Para evitar maiores problemas, e garantir que o seu carro seja sempre funcional, é preciso escolher uma boa oficina mecânica para realizar as manutenções.

Até porque, um serviço de qualidade é quem vai evitar que maiores danos venham a acontecer no seu veículo.

Ou seja, escolher uma oficina é uma tarefa que deve ser feita com muita atenção para que a solução de um problema não se transforme em um aborrecimento ainda maior.

Neste assunto você não deve priorizar sempre o mais barato, porque o bom serviço pode não estar garantido na pechincha.

Logo, o importante mesmo para o motorista é tomar alguns cuidados antes de deixar o seu carro nas mãos de um profissional desconhecido.

Além disso, a oficina deve estar sempre limpa, organizada e bem iluminada.

Deve ter também equipamentos de última geração, mão de obra qualificada e um excelente atendimento aos seus clientes.

Por fim, vale lembrar que a limpeza do mecânico também faz parte do processo de atendimento.

Considerações finais

Se o ar do carro parou de gelar, você não terá mais problemas com isso, pois vai conseguir saber o que pode estar acometendo a isso.

O verão está próximo, então, garanta que o sistema de resfriamento não vai te deixar na mão.

Leia Também: Carros PCD Mais Baratos de 2021.

Criado em 2020 por Reginaldo Salvino — Eletricista de Autos, apaixonado por tudo relacionado a carros!